• O Movimento Paraná Sem Corrupção pretende envolver toda a sociedade no combate à corrupção. Todo cidadão pode participar, incentivando práticas e atitudes positivas, que contribuam para o fortalecimento da honestidade do povo paranaense. No dia a dia, na comunidade, na escola, no trabalho... nos mais diferentes grupos e lugares, é possível dizer não à corrupção, fazendo simplesmente o que é correto e melhor para todos. Nesse movimento, a sua atitude conta muito! Participe.                  Saiba mais...
      
  • Participe
  • Denuncie
  • Parceiro

Movimentos:

  • Rede de Proteção da Gestão Pública
  • Parceiros
  • bate papo interativo

     
    Nos acompanhe pelo:

  • Facebook
  • twitter
  • Youtube
  • Google +

Notícias

10/09/2014

Tem início a primeira etapa do projeto Geração Atitude

Tem início a primeira etapa do projeto Geração Atitude

Nesta terça-feira, 9 de setembro, teve início a primeira etapa do Geração Atitude, projeto que pretende levar atividades de formação para a cidadania a jovens de mais de 160 escolas paranaenses. A iniciativa será desenvolvida pelo MP-PR, por meio do Movimento Paraná Sem Corrupção, em parceria com Secretaria de Estado da Educação, a Assembleia Legislativa do Paraná e o Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM).

A reunião, que marcou o início do projeto, contou com a participação do procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia; o vice-governador do Estado do Paraná, Flávio Arns; o diretor de Políticas e Tecnologias Educacionais da Secretaria de Estado da Educação, Eziquiel Menta; o procurador-geral da Assembleia Legislativa do Paraná, Luiz Carlos Caldas; a gerente de Comunicação Institucional do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM), Carmem Regina Murara; a coordenadora do Instituto GRPCOM, Ana Gabriela Borges; o presidente da Federação das Indústrias do Paraná (FIEP), Edson Campagnolo; o procurador-chefe da Procuradoria Regional do Trabalho da 9ª Região - MPT, Gláucio Araújo de Oliveira; a diretora-executiva do Observatório Social do Brasil, Roni Enara; o secretário de controle externo do Tribunal de Contas da União, Luiz Gustavo Gomes Andrioli, além de outros parceiros envolvidos no projeto. Estiveram presentes, ainda, a subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos e coordenadora do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional, Samia Saad Galoti Bonavides; o corregedor-geral do MP-PR, Arion Rolim Pereira; o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos, Olympio de Sá Sotto Maior Neto; o coordenador do Movimento Paraná Sem Corrupção, Eduardo Cambi e o coordenador da área eleitoral no MP, Armando Antonio Sobreiro Neto.

Na ocasião, os participantes destacaram a importância da Educação para a Cidadania e o fortalecimento da cultura da honestidade e da participação social. Comprometeram-se em apoiar as ações do projeto, apresentando, inclusive, iniciativas e campanhas relacionadas ao voto consciente, que podem contribuir com as atividades do Geração Atitude.

O procurador-geral de Justiça encerrou o encontro, citando Paulo Freire: “Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo”.

Veja, abaixo, a cobertura fotográfica.

Conheça o projeto - O "Geração Atitude" tem por objetivo incentivar a cidadania, a participação social e o voto consciente, por meio de informação e de atividades de formação. Inicialmente, o projeto será desenvolvido em escolas públicas de ensino médio, localizadas nas áreas de atuação dos 32 Núcleos Regionais de Educação.

A exemplo dos dois últimos anos, em que promotores de Justiça foram às escolas, interagiram com professores, estudantes e com a comunidade, em atividades como palestras, concursos culturais, passeatas, entre outras ações; em 2014, o Movimento Paraná Sem Corrupção pretende desenvolver ações semelhantes, mas que contribuam concretamente com a Educação para a cidadania.

Geração na Escola - As atividades nas escolas são a base do "Geração Atitude", podendo as Promotorias de Justiça e instituições de ensino, desde logo, estabelecer as parcerias e realizar as articulações para o desenvolvimento do trabalho com os estudantes. A expectativa é que, entre setembro e outubro, os professores apliquem o conteúdo do "Guia do Cidadão", publicação que aborda temas como Democracia, Política, Voto, Eleições, o papel dos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e do Ministério Público, dentre outras informações, e que foi elaborado, em conjunto, pelos parceiros do projeto, além da Universidade Federal do Paraná (UFPR) ,Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Observatório Nacional do Brasil (OBS) e Controladoria-Geral da União (CGU). A versão digital do material, bem como a metodologia do trabalho nas escolas, que inclui sugestões de plano de aula para os professores, será disponibilizada na internet para consulta pública, reprodução e/ou utilização por promotores de Justiça, educadores e demais interessados da comunidade. Em complemento às aulas temáticas, os promotores de Justiça participantes no projeto atuarão em conjunto com as equipes pedagógicas, em atividades presenciais, contribuindo para a formação cidadã dos jovens.

"Nos anos anteriores, trabalhamos com a sensibilização dos estudantes para o voto consciente e para a participação social. No entanto, percebemos que poderíamos contribuir com a Educação, levando informações diretamente aos alunos, que reforcem o processo de formação para a cidadania. Formulamos, juntamente com vários parceiros do Movimento, o Guia do Cidadão e, agora, poderemos realizar esta nova etapa do projeto", explica Eduardo Cambi, coordenador do Movimento.

Participação do MP - Todos os promotores de Justiça do MP-PR poderão desenvolver e apoiar as atividades do projeto nas comarcas em que atuam. Basta preencher o formulário de inscrição, disponibilizado pela coordenação do Movimento Paraná Sem Corrupção (acesse aqui o formulário) e anexá-lo em procedimento administrativo a ser registrado no PROMP. O passo seguinte é iniciar as articulações com as escolas e os respectivos Núcleos Regionais de Educação para estabelecer o cronograma e as atividades que serão desenvolvidas. Lembrando que os promotores substitutos em estágio probatório devem obter informações junto ao Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) para que as atividades desenvolvidas no projeto possam ser contabilizadas no Curso de Preparação e Aperfeiçoamento destinado ao ingresso e vitaliciamento na carreira do MP-PR. Já os educadores devem procurar orientações diretamente nos Núcleos Regionais de Educação.

"O Ministério Público do Paraná tem trilhado um caminho importante de aproximação com a sociedade, e o Movimento Paraná Sem Corrupção, por meio das ações que vem desenvolvendo nas escolas, tem contribuído muito para nossa interação com a comunidade. Por isso é importante que todos se envolvam em atividades como esta, de promoção da cidadania, nos mais diferentes pontos do Estado", ressalta o procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia.

Outras iniciativas - Além das ações de formação, o "Geração Atitude" será composto de outras duas etapas: a Caravana da Cidadania, que será coordenada pela Secretaria de Educação, e a Gincana da Cidadania, que será desenvolvida pela Assembleia Legislativa do Paraná, por meio da TV Sinal.

A Caravana da Cidadania será composta por um concurso que pretende destacar as 32 melhores ideias para mudar o Paraná, uma em cada Núcleo Regional de Educação, apresentadas em forma de Projeto de Lei, por alunos e professores do ensino médio da Rede Estadual de Ensino. A SEED selecionará as propostas vencedoras em cada região e seus autores receberão como prêmio uma viagem a Curitiba, no mês de novembro, onde visitarão as sedes do Legislativo, do Judiciário, do Executivo e do MP-PR.

Gincana da Cidadania - Programada para ser lançada após as eleições, a Gincana da Cidadania será desenvolvida pela equipe de jornalismo da TV Sinal, canal de televisão da ALEP. Trata-se de um programa de tevê que será gravado em cidades do interior e da capital paranaense, em formato de gincana entre escolas e/ou turmas do ensino médio. As perguntas e respostas do programa terão como base as informações contidas no Guia do Cidadão, com o intuito de despertar o interesse e incentivar a consulta ao conteúdo do material.

Dr. Gilberto Giacóia, Procurador-Geral de Justiça do MP-PR

Participantes da reunião
Participantes da Reunião

Participantes da Reunião

Participantes da reunião

Participantes da reunião

Eduardo Cambi, coordenador do Movimento Paraná Sem Corrupção

Participantes da reunião

Luiz Carlos Caldas, Procurador-Geral da Assembléia Legislativa do Paraná

Participantes da reunião

Edson Campagnolo, Presidente da FIEP

Participantes da reunião

Olympio de Sá Sotto Maior Neto, Procurador de Justiça

Participantes da reunião

Eziquiel Menta, Diretor de Políticas e Tecnologias Educacionais da Secretaria de Estado da Educação

Participantes da reunião

Participantes da reunião

Dorgival Lima Pereira, FIEP

Participantes da reunião

Ana Gabriela Borges, Instituto GRPCOM

Gilberto Giacoia, Procurador-Geral de Justiça
Participantes da reunião
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.