• O Movimento Paraná Sem Corrupção pretende envolver toda a sociedade no combate à corrupção. Todo cidadão pode participar, incentivando práticas e atitudes positivas, que contribuam para o fortalecimento da honestidade do povo paranaense. No dia a dia, na comunidade, na escola, no trabalho... nos mais diferentes grupos e lugares, é possível dizer não à corrupção, fazendo simplesmente o que é correto e melhor para todos. Nesse movimento, a sua atitude conta muito! Participe.                  Saiba mais...
      
  • Participe
  • Denuncie
  • Parceiro

Movimentos:

  • Rede de Proteção da Gestão Pública
  • Parceiros
  • bate papo interativo

     
    Nos acompanhe pelo:

  • Facebook
  • twitter
  • Youtube
  • Google +

Notícias

26/05/2015

MP-PR adere à campanha “Corrupção Não”


Ampliaar o debate sobre o combate à corrupção e promover a conscientização sobre o papel do Ministério Público no enfrentamento do crime são os objetivos da campanha “#CorrupçãoNÃO”, lançada nesta segunda-feira, 25 de maio, em Brasília, pelo Ministério Público Federal (MPF). A iniciativa, que conta com a adesão dos Ministérios Públicos Estaduais, dentre eles o do Paraná, é desenvolvida em parceria com a Associação Ibero-Americana de MPs (Aiamp), que levará as ações planejadas a outros 20 países.

Com duração de dois meses, a campanha é voltada à comunicação digital, procurando mobilizar toda a sociedade, principalmente pessoas com idades entre 16 e 33 anos, que fazem uso da internet. Para a divulgação da campanha, que terá versões em português e em espanhol, foram criados um hotsite, uma fanpage no Facebook, conta no Twitter e banners web. A iniciativa também será difundida nas mídias tradicionais. Para isso foram produzidos vídeos e spots de rádio, mobiliários urbanos, cartazes e adesivos para carros.

Segundo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pesquisas recentes da Transparência Internacional apontam que os jovens são os mais incomodados com a corrupção. “Eles também são os mais dispostos a encarar as mudanças culturais necessárias ao enfrentamento da corrupção”, explicou, ao comentar o foco da campanha. Ele ressaltou, ainda, que esta é uma oportunidade para reforçar o papel do Ministério Público brasileiro no combate à corrupção nas esferas cível, criminal e, ainda, na recuperação de ativos.

O problema não preocupa apenas o Brasil, o que justifica o interesse da Associação Ibero-Americana de MPs em também desenvolver ações com o propósito de combater a prática da corrupção. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) aponta que a corrupção é o maior obstáculo ao desenvolvimento econômico e social no mundo. A entidade estima que, a cada ano, pelo menos US$1 trilhão são gastos em subornos, enquanto cerca de US$ 2,6 trilhões são desviados. A soma é equivalente a mais de 5% do PIB mundial.

Adesão do MP-PR – O lançamento da campanha ocorreu durante reunião do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Justiça dos Estados e da União (CNPG), integrando a programação do seminário “10 anos de Cooperação Internacional do MPF”, evento organizado pelo MPF e pela Aiamp, destinado a discutir o fortalecimento da cooperação entre as nações, avanços na atuação conjunta, casos emblemáticos, repatriação de ativos, dentre outros temas relacionados ao combate à corrupção.

O procurador-geral de Justiça do Paraná, Gilberto Giacoia, participou do encontro e assinou o protocolo em apoio à campanha. Giacoia destacou que a ação fortalecerá os projetos e as iniciativas que o MP do Paraná já desenvolve no combate à corrupção.

“Conclamo, novamente, o Ministério Público do Paraná a se envolver na campanha contra a corrupção, pois para além de uma mera campanha, deve consistir em meta e pauta permanentes de atuação institucional, como legado do comando constitucional de se construir uma sociedade mais justa e igual, assentada nos valores morais que orientam a cidadania digna”, ressaltou Giacoia.

Atuação no Paraná – Além do trabalho diuturno das Promotorias de Justiça de todo o Estado, que, somente na área de Patrimônio Público, instauraram, nos últimos quatro anos, cerca de 9 mil procedimentos investigatórios e ajuizaram 2 mil ações civis públicas, o MP paranaense vem atuando na prevenção e na repressão à corrupção. Neste sentido, coordena o Movimento Paraná Sem Corrupção, iniciativa que, apenas no ano passado, atingiu 20 mil estudantes de escolas públicas, com ações de educação para a cidadania; participa de discussões nacionais, propondo alterações legislativas que dificultem a prática dos crimes de corrupção; fiscaliza e disponibiliza ferramentas para que todos os municípios do Estado tenham portais da transparência adequados à lei e, ainda, atua na Rede de Controle da Gestão Pública.

Conheça o hotsite da campanha #CorrupçãoNÃO.

Baixe o vídeo e outras peças da campanha.

Veja outras notícias do MPF sobre o tema:

MPF lança campanha internacional de combate à corrupção

Combate à corrupção vai mudar a paisagem de cidades brasileiras

MPF ajuizou cerca de 5,5 mil ações de improbidade de 2013 a 2015

Evento comemora 10 anos da unidade de cooperação internacional do MPF


SCI 10 anos: especialização do MPF em cooperação internacional garante defesa de interesses do Estado brasileiro

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.